Sobre

O meu nome é Nuno Palma. Sou professor auxiliar no departamento de economia, econometria, e finanças da universidade de Groningen, na Holanda e Investigador Associado do Centre for Globalisation Research, School of Business and Management, Queen Mary, University of London.

A minha página pessoal é esta. Tudo o que eu escrevo aqui reflete o meu ponto de vista e não deve ser interpretado como a posição oficial de qualquer das instituições para as quais trabalho.

Quem quiser pode seguir-me no Twitter.

O meu trabalho académico pode ser encontrado aqui:

Academia.edu

ResearchGate

Posso ser contactado desta forma.

Acerca deste blogue

Qual o objetivo deste blogue?

O meu objetivo é fazer comentários sobre a evolução da economia Portuguesa, especialmente numa perspetiva histórica, comparativa, e de longo prazo, e de um ponto de vista não só económico, mas também político e social. Poderei ocasionalmente comentar assuntos da atualidade mas há uma infinidade de outros comentadores e blogues que o farão melhor e mais rápido do que eu. Este não é, definitivamente, um blogue para comentar a atualidade de forma sistemática.

Este é um blogue sobre política?

Não. O que não quer dizer que eu não possa ocasionalmente fazer declarações com implicações políticas.

Então em que ficamos?

Este é um blogue de divulgação científica. O meu objetivo aqui não é, de todo, fazer política. Na medida em que uma visão de longo prazo ajuda a compreender o presente e melhor planear o futuro, poderei ocasionalmente comentar alguns assuntos económicos assim como considerar possíveis soluções de política económica, sendo que algumas serão mais difíceis de implementar que outras (frequentemente por motivos políticos, mas é natural, até certo ponto, que numa democracia assim seja).

A forma moderna de encarar as coisas em Economia é tentar analisar de uma forma o mais sistemática possível quais são as situações em que a intervenção do Estado é preferível a deixar as coisas “ao mercado”, e que forma é essa intervenção, nos casos em que é necessária, deve tomar. Muitas vezes a teoria e o trabalho empírico não dão uma resposta definitiva sendo também por isso que é frequente encontrar economistas com opiniões contraditórias.

Porque não há atualizações desde a última vez que visitei?

Exatamente por não ser o meu objetivo comentar a atualidade. Este é antes, um meio para divulgar alguns das conclusões da comunidade académica sobre a economia portuguesa e europeia, especialmente nas suas dimensões de longo prazo. Ocasionalmente também poderei fazer alguns comentários sobre assuntos atuais, mas sempre tentando contextualizá-los o mais possível.

Sei perfeitamente que não ter atualizações constantes não ajuda a ganhar audiência; paciência, o meu objetivo principal aqui é que esta informação esteja disponível para todos que a queiram consultar de uma forma serena, para que possamos melhor compreender o passado e planear o futuro. O tipo de informação que eu discuto aqui não se desatualiza rapidamente.

Porque são aqui por vezes discutidos resultados de trabalhos ainda não publicados?

Em História Económica os trabalhos podem demorar muito tempo a completar, e muito tempo a publicar. Por isso, quem se limitar a ler apenas trabalhos publicados, enfrenta um atraso de pelo menos uns 3 a 4 anos em relação à fronteira científica. Não só é isto verdade como em geral as melhores revistas e editoras são as mais demoradas, entre outros motivos por terem critérios mais elevados. É portanto frequente entre a comunidade académica especializada a discussão e utilização de resultados preliminares quando é improvável que o quadro futuro se venha a alterar significativamente. Não vejo porque devam as coisas ser diferentes na divulgação, por isso sigo aqui o mesmo princípio.

Porque não há aqui certezas sobre tudo?

Para algumas perguntas, não tenho resposta. Isto porque não sei a resposta, ou não tenho a certeza. Ter sempre certezas e respostas para tudo, especialmente se ditas com um tom de confiança, é muito aliciante para certos comentadores e políticos, mas não quer dizer que o que dizem esteja mais perto da verdade. As pessoas gostam de ouvir certezas, especialmente as que confirmam os seus preconceitos prévios. Paciência. Quem tem sempre a certeza é bluffer. Há muitos assuntos importante sobre os quais sabemos pouco, e temos de ir avançando, se necessário devagar, mas com passos o mais seguros possível.

Porque existem anúncios neste blogue?

Este blogue não tem quaisquer objetivos comerciais. Os anúncios que por vezes aparecem são escolhidos pela wordpress e servem para compensar os custos de armazenamento do blogue. As receitas são recebidas diretamente pela wordpress. Eu não recebo qualquer montante.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s